Trending:

Os principais bancos americanos pretendem competir com a ApplePay e PayPal através de uma nova carteira digital

Os principais bancos americanos estão se unindo para criar uma carteira digital na esperança de evitar a concorrência crescente de rivais como ApplePay e PayPal, de acordo com o The Wall Street Journal.

Grandes bancos, incluindo o Bank of America, JPMorgan Chase e Wells Fargo, oferecerão a carteira digital, que conterá os cartões de débito e crédito dos consumidores.

A carteira, que ainda não foi nomeada, será apoiada pelo Early Warning Services – a mesma fintech que alimenta o aplicativo de pagamento Zelle.

Quando lançada, a nova carteira digital suportará os cartões Visa e Mastercard, alcançando mais de 150 milhões de clientes.

Os detalhes sobre como a carteira funcionará ainda não estão claros, mas os bancos planejam começar o lançamento no segundo semestre de 2023.

O novo serviço de pagamentos dos bancos pode parecer redundante uma vez que esses mesmos bancos fazem parte da rede de pagamentos digitais Zelle, mas há algumas razões-chave pelas quais eles podem se beneficiar desta mudança:

Melhores controles de fraude

As fraudes desenfreadas têm atormentado o Zelle, e os bancos podem ter que reembolsar os clientes afetados por esquemas de pagamento. Se as carteiras digitais de propriedade dos bancos forem mais seguras que o Zelle, eles não apenas cimentarão a fidelidade do consumidor, mas também manterão mais dinheiro em seus próprios bolsos.

Os grandes bancos americanos precisarão resolver completamente as fraudes associadas ao Zelle para reverter uma impressão ruim dos consumidores. Uma ligeira melhoria não será suficiente para atrair novos clientes. O grande desafio que os bancos continuam enfrentando é garantir que a segurança dos dados dos consumidores seja muito reforçada.

Distanciamento da Concorrência

Grandes empresas como a Apple e Google estão aceitando depósitos, oferecendo crédito ao consumidor e até mesmo fornecendo produtos de seguro. Os bancos tradicionais que procuram permanecer como um balcão único para os consumidores devem igualar ou melhorar as ofertas de seus concorrentes. Para atingir esse objetivo será necessário fornecer serviços de primeira linha ao cliente e garantir que sua carteira digital ofereça facilidade de uso inigualável. Para um posicionamento diferenciado da concorrência, uma oferta semelhante não será suficiente para seduzir os consumidores a trocarem suas carteiras digitais.

Perspectivas econômicas desafiadoras

A ameaça de uma recessão e o aumento da inflação forçaram os bancos a aumentar suas provisões para perdas com empréstimos – retirando uma parte de seus lucros e fazendo grandes cortes de custos. As perspectivas econômicas permanecem incertas, pois não está claro se o FED continuará a combater a inflação com o aumento das taxas de juros ou se inverterá o rumo. Os Bancos poderão ver em breve sua linha de renda de juros líquidos secar. Diante desse cenário é provável que equilibrem as reduções de gastos com investimentos significativos em tecnologia, fator crítico para equilibrar os resultados financeiros.

Para que esta iniciativa tenha sucesso e poderem competir com os Bancos não convencionais, os grandes bancos precisarão superar uma série de desafios, investir tempo e trabalho e ser pacientes.

Conteúdo em Destaque