Baker Talks T01 E04 – O Rodízio de Auditorias e o Sox Vinte Anos Depois

Nos anos 90 uma série de escândalos no mercado financeiro do Brasil, como a quebra do Banco Nacional e do Banco Econômico em 1995 foram determinantes para que a CVM – Comissão de Valores Mobiliários -, decidisse imprimir maior rigidez no grau de governança das empresas, além de implementar o rodízio de auditores no Brasil, em vigor até hoje.

Em 2002, o escândalo envolvendo a empresa americana Enron resultou no desaparecimento de uma das maiores empresas de auditoria na época, a Artur Andersen. Os Estados Unidos implementaram a lei Sarbanes Oxley, requerida para as empresas de capital aberto, e que no ano de 2022 completa 20 anos.

No Brasil a CVM e a B3 continuaram a implementar mais normas que requerem mais controles, principalmente para as empresas listadas no segmento do Novo Mercado.

Neste podcast Henrique Premoli, reflete sobre as principais mudanças e aprendizados obtidos nesse período.

Conteúdo relevante sobretudo para as empresas que irão fazer o rodízio de auditores pela primeira vez.

×Close search
Buscar